Player da Radio

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Natal Antes... Natal Depois...

Natal Antes... Natal Depois...

E, tendo sido advertidos em sonho [...], retornaram a sua terra por outro caminho. Mateus 2:12

Agora que os presentes foram abertos, foi embora aquele clima poético, de mistério, de carinho, de manjedoura, de pastores, de estrela e cânticos. Incrível como tudo passou tão rápido. Para alguns, foi um Natal sem nada de novo. Para outros, de alegria e realização. Mas passou a agitação. Não há mais surpresas. Presentes foram dados e recebidos. Daqui para a frente serão os votos de feliz ano-novo e feliz 2012!

Muita gente gostaria de ficar mais tempo ao lado da manjedoura ouvindo os cânticos de Natal, sentindo aquele clima de carinho e confraternização. Mas é interessante notar que, importante como tenha sido o acontecimento anunciado pelos anjos e acompanhado de sinais extraordinários, os Evangelhos não se demoram muito em torno do “clima poético” que acompanha o nascimento de Jesus.
Somente Mateus e Lucas, no início, lhe dedicam espaço, enquanto Marcos e João só o mencionam indiretamente.

A narrativa bíblica diz que os anjos voltaram (Lc 2:15), os pastores voltaram (Lc 2:20) e os magos voltaram (Mt 2:12). Os anjos voltaram a ministrar. Os pastores sabiam que tinham de voltar para cuidar das ovelhas, encontrar pastagem para elas e prover-lhes abrigo. E os magos voltaram por um caminho diferente. Levaram consigo uma experiência nova. Tinham sido mudados pela contemplação do Deus menino, a quem adoraram.

Aqui estamos, no dia 26 de dezembro. O mundo, com seus desafios e compromissos, nos chamando de volta. Hoje mesmo alguns terão que trabalhar, que voltar à empresa, ao jardim, à cozinha, ao escritório, porque a luta pela sobrevivência não dá trégua.

O importante é voltar por um caminho diferente. Como pessoas renovadas. Colocar amor onde antes havia rejeição e revanchismo; tolerância no lugar de impaciência; e confiança onde demonstramos dúvida.

O encontro com Jesus tem que representar uma mudança de vida. Você já pensou a respeito do que precisa mudar?

Sem comentários:

Enviar um comentário

TESTEMUNHOS